Sete lanches leves para dormir bem a noite

Category: Dieta Comments: Sem comentários

Evitar fazer refeições exageradas e muito gordurosas antes de dormir é uma recomendação que todo mundo conhece para melhorar o sono. Entretanto, o bom sono não depende apenas de proibições – alguns alimentos, quando consumidos na última refeição do dia, podem ajudar o nosso corpo a relaxar e dormir melhor, além de fazer muito bem à saúde.

1. Leite com mel

O leite adoçado é fonte de triptofano, um aminoácido precursor da serotonina, que é o hormônio responsável por baixar os níveis de estresse em nosso corpo, preparando-o para o sono. Já o mel é uma fonte de carboidrato simples, que também ajuda no sono, pois facilita a absorção do triptofano. Um copo de leite desnatado adoçado com uma colher de sopa de mel tem em média 150 calorias.  

leite-mel

2. Iogurte com aveia

Além de ser uma fonte rica em proteínas, cálcio, fibras e vitaminas do complexo B, que promovem um bom trânsito intestinal, ajudam na saciedade e melhoram os níveis de colesterol bom, a combinação de iogurte com aveia é uma combinação leve e nutritiva, que fornece uma sensação de bem estar.

iogurte e aveia

3. Frutas secas

As frutas desidratadas possuem alta concentração de açúcar e fibras, que é justamente o que ajuda o corpo a relaxar e estimula o sono. No entanto, é preciso ficar atento às quantidades para não exagerar nas calorias: enquanto 100g de damasco fresco, por exemplo, têm apenas 54 calorias, 100g de damasco seco tem em média 130 calorias. 

frutas secas

4. Nozes e castanhas

As nozes e castanhas possuem gordura monoinsaturada, selênio e proteínas. As oleaginosas também são ricas fontes de triptofano, por isso a recomendação de ingeri-las na ceia. Elas equilibram os tipos de gorduras que dão saúde ao coração e melhoram os níveis sanguíneos de colesterol. Recomenda-se uma porção de no máximo três unidades.

nozes e castanhas

5. Banana

A banana é uma fonte riquíssima de triptofano e os carboidratos presentes na fruta por si só ajudam na absorção do aminoácido e na produção de serotonina. Ela também é rica em potássio, vitaminas do complexo B e pectina, que ajudam no controle da pressão arterial, regulam o intestino e diminuem o colesterol alto. Por ser de fácil digestão, a fruta é uma boa pedida para a ceia, e uma unidade média tem cerca de 90 calorias. 

banana

6. Semente de gergelim

Fonte de triptofano, as sementes de gergelim podem ser consumidas acompanhando uma sopa ou então acrescentadas ao iogurte. Ela acrescenta proteínas e gordura mono e poli-insaturada na dieta, blindando o coração contra doenças. Mas atenção: cada 10g de gergelim tem 59 calorias!

gergelim

7. Derivados da soja

A soja é uma das maiores fontes de triptofano que podemos encontrar na dieta, além de ser rica em proteínas, cálcio e fibras e ajudar na redução do colesterol alto. Você pode ingerir a soja em formato de grão torrado, leite ou mesmo em patê, acompanhando uma torrada – que seria a fonte de carboidrato, ajudando na absorção do triptofano. Além disso, quem sofre de gases quando toma leite pode ingerir a soja sem medo – a lactase, substância de difícil digestão presente no leite, não se encontra na versão de soja. 

derivados de soja

Gostaram? Vale lembrar que estes alimentos não são necessariamente ligados a nenhum tipo de dieta alimentar, então coma a porção indicada por nutricionistas,  porque queremos dormir bem, mas sem ganhar quilinhos a mais, não é?!

Fonte: www.minhavida.com.br

Deixe um comentário

Você pode usar estas tags HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Voltar ao topo